2021

Não vamos mentir: pensávamos que ia ser um ano diferente. Tínhamos acções e encontros pensados, temas a abordar. Entretanto, veio a pandemia. Foi um ano difícil para os Portugueses. Milhares ficaram sem trabalho, sem familiares e amigos, sem dinheiro para viver, sem vivências. Dos que tiveram a sorte de manter o trabalho, muitos foram obrigados a manter-se em casa, sem possibilidade de manter a sua vida social. Foi um ano penoso.
O Escudo foi também obrigado a manter-se afastado das acções de rua, alterando a sua maneira de agir: optámos por sugerir livros durante o primeiro confinamento, numa tentativa de dar a conhecer os bons clássicos que constroem o Homem. Ainda assim, já mais perto do final do ano, conseguimos voltar à rua, com as caminhadas, os convívios, as acções e, sobretudo, a tão esperada inauguração da nossa sede, no Porto. Conseguimo-nos manter em pé num mundo que estava em ruínas.
Nesta passagem de ano, o Escudo Identitário deseja que 2021 seja um grande ano para os Portugueses, sobretudo para aqueles que, ao nosso lado, combatem pelo bem-estar, desenvolvimento e identidade do Povo Português. Esperamos que a doença do Covid (tanto aquela que existe, como aquela que se criou na cabeça das pessoas) desapareça, dando origem a um ponto de viragem para os Portugueses.

Queremos que 2021 seja o início da caminhada para um Portugal melhor. Podem sempre contar connosco para defender o Futuro!