NÃO AO TRÁFICO HUMANO

No dia 8 de Setembro o Escudo Identitário manifestou-se na Praça do Rossio contra aquilo que é convenientemente apelidado de Crise dos Refugiados. No final de 2018 quem afirma que as milhares de pessoas que atravessam diariamente o mediterrâneo são “refugiados” ou é intelectualmente desonesto ou simplesmente ignorante.

Trata-se absolutamente de tráfico humano, em que verdadeiras empresas, com financiamentos no mínimo suspeitos, sob o disfarce de ONG’s humanitárias, rebocam barcos da costa da Líbia em direcção à Europa. Sem dúvida um negócio extremamente lucrativo.

O Escudo não poderia ficar calado enquanto esta catástrofe se desdobra e sem medo protestou frente àqueles que criminosamente apoiam este tráfico. Da nossa parte podem esperar tudo menos a submissão. Não serão insultos nem ameaças de violência física por parte desses grupos que nos irão intimidar ou calar.

Somos e seremos sempre a primeira linha de defesa de Portugal, dos Portugueses e também da Europa.